Somos especialistas na gestão da inadimplência

Atuação exclusiva para o segmento da saúde

Os melhores resultados comprovados do mercado!

Norton Nunes

A empresa

Os pilares da NORTON NUNES:

  • Visão de Negócio;
  • Gestão;
  • Recursos Humanos;
  • Tecnologia.


Nossas ações baseiam-se nos clientes, customizando-se soluções e construindo juntos excelentes resultados.

Habilidades


Em ambientes corporativo e de callcenter, experientes negociadores realizam atendimentos ativos e receptivos, obedecendo as regras de negócios estabelecidas pelos clientes e respeitando a legislação em vigor, em especial ao Código de Defesa do Consumidor e à lei dos planos de saúde.

Tecnologias avançadas e integradas permitem gestão eficiente dos processos, garantindo desempenho expressivo e transparência.

Imagine que, antes de assinar a rescisão de centenas de contratos por inadimplência, uma empresa com experiência, especialização e renome no mercado se ofereça para manter esses usuários na carteira e recuperar as perdas até então inevitáveis.

Não vale a pena contatá-la? Procure-nos.

Nortonline

2021-01-18 / 10:00:00

Idosos são os que mais contratam planos de saúde médico-hospitalar

O setor de saúde suplementar registrou alta de beneficiários pelo quinto mês consecutivo após sucessivas quedas em função da pandemia do novo Coronavírus. Os dados são da Nota de Acompanhamento de Beneficiários (NAB), que acabamos de publicar. Com a retomada, o setor atingiu a marca de 47,3 milhões de pessoas, avançando 0,7% no período de 12 meses encerrado em novembro de 2020.

Na avaliação trimestral, entre agosto e novembro de 2020, o crescimento é ainda maior. Nesse período, os mais de 476 mil novos beneficiários de planos médico-hospitalares significaram um crescimento de 1% no total. O que mostra que o mercado brasileiro pode ter encontrado alternativas de amenizar os impactos da pandemia.

Na análise anual, a faixa etária de 59 ou mais foi a que registrou o crescimento mais expressivo, com avanço de 2,9%. Na trimestral, no entanto, os brasileiros entre 19 e 58 anos foram maioria. Os mais de 334 mil novos beneficiários representam um aumento de 1,2% no período.

Cechin reforça que o mercado de saúde suplementar tem uma relação direta com o número de empregos formais no País e depende de sua recuperação, especialmente nos setores de indústria, comércio e serviços nos grandes centros urbanos.

Para se ter uma ideia, em novembro de 2020, 38,3 milhões, ou 80,8%, de beneficiários de planos médico-hospitalares possuíam um plano coletivo. Desses, 83,6% eram do tipo coletivo empresarial e 16,4% do tipo coletivo por adesão.

2021-01-16 / 11:30:00

Mais de um 1 milhão de novos beneficiários

Você deve ter visto que o setor de saúde suplementar registrou alta de beneficiários pelo quinto mês consecutivo e atingiu a marca de 47,3 milhões de pessoas, avançando 0,7% no período de 12 meses encerrado em novembro de 2020. O tema de hoje é o segmento odontológico.

Segundo a Nota de Acompanhamento de Beneficiários (NAB), entre novembro de 2020 e o mesmo mês do ano anterior, mais de 1 milhão dos novos contratos foram firmados, o que representou um avanço de 4,2% em 12 meses.

Com isso, o segmento de planos exclusivamente odontológicos atingiu 26,6 milhões de beneficiários. Em novembro do último ano, 21,2 milhões (83,3%) de beneficiários de planos desta modalidade possuíam um plano coletivo. Desses, 88,3% eram do tipo coletivo empresarial e 11,6% do tipo coletivo por adesão.

O número positivo é explicado porque todas as regiões apresentaram crescimento de beneficiários no período de 12 meses. A região Norte foi que teve o melhor desempenho, avançando 7,2% em um ano. Em números absolutos, no entanto, o Sudeste se destaca por mais de 733 mil novos beneficiários, o que equivale a um crescimento de 4,8% no mesmo período.

Esse avanço foi alavancado pelo estado de São Paulo, que apresentou o maior crescimento, com mais de 655 mil beneficiários no intervalo de 12 meses encerrado em novembro. Alta de 7,3%.

Interessante notar que entre novembro de 2020 e o mesmo mês do ano anterior, o crescimento foi puxado pela boa performance das medicinas de grupo, entre os coletivos por adesão e pelos idosos, tanto na comparação trimestral quanto anual. No período de 12 meses encerrado em novembro, os vínculos com medicina de grupo aumentaram em 13,8%, com mais de 970 mil novos contratos. Os coletivos por adesão tiveram aumento de 14,5%, com 358 mil vidas e, por fim, a faixa etária de 59 anos ou mais registrou crescimento de 220 mil beneficiários, o que representa 11,0% a mais.

Entre 2016 e início de 2020, o setor se comportou de modo distinto aos da modalidade de médico-hospitalares durante os períodos de instabilidade nacional, registrando elevado ritmo de crescimento. Com o aprofundamento da crise econômico-sanitária do novo Coronavírus, passou a registrar sucessivas quedas mensais a partir de março de 2020 e voltou a acelerar seu ritmo de crescimento em agosto do mesmo ano.

PRINCIPAIS DIFERENCIAIS.
Para melhor leitura, veja a versão impressa.
15/02/2019 - 13:53:40


NORTON LINO - CAPITULO 3.
Para melhor leitura, veja a versão impressa.
05/01/2019 - 13:51:58

BOAS FESTAS.
Para melhor leitura, veja a versão impressa.
24/12/2018 - 13:47:05

DÉCIMO TERCEIRO.
Para melhor leitura, veja a versão impressa.
29/09/2018 - 13:45:01

QUEREMOS VOCÊ.
Para melhor leitura, veja a versão impressa.
22/09/2018 - 13:43:08

61 MILHÕES DE INADIMPLENTES.
Para melhor leitura, veja a versão impressa.
10/09/2018 - 00:00:00

UNIMEDS ATENDIDAS.
Para melhor leitura, veja a versão impressa.
15/08/2018 - 13:40:56

OPERADORAS ATENDIDAS.
Para melhor leitura, veja a versão impressa.
15/08/2018 - 00:00:00

EDIÇÃO EXCLUSIVA.
Para melhor leitura, veja a versão impressa.
20/05/2018 - 13:26:11

PRIMEIRA PARCELA.
Para melhor leitura, veja a versão impressa.
28/11/2017 - 11:59:16

Veja nosso mapa de atuação!

Clique aqui

Contato

R. Dr. Carvalho de Mendonça, 189 - CJ. 71 - Encruzilhada
11070-103, Santos - SP

Ligue: 0800-775-7879
Segunda-Sexta (8h - 20h40)

Sua mensagem foi enviada. Obrigado!
Um pequeno erro ocorreu